Agosto 02 2022 0Comentário

As Maiores Indústrias em Angola

Angola tem muito a oferecer ao mundo. Mas, há uma razão muito específica para que assim seja. Muitas empresas estão a deslocar empregados para a província de Luanda, capital do país. A área é excecionalmente rica em recursos naturais. É por isso que tantas indústrias têm expandido as suas operações para o país sul-africano.

Antes de mergulharmos nas várias indústrias a prosperar em Angola, vamos dar uma vista de olhos aos recursos naturais disponíveis para dar uma ideia do que torna a região tão valiosa. Para além do petróleo e gás que a região é principalmente conhecida por, Angola apresenta também um vasto leque de oportunidades de mineração com a sua abundância de ouro, ferro, manganês, cobre, mármore, granito, quartzo, e, sim, diamantes.

 

Diamante

Angola é o terceiro maior produtor de diamantes no mundo e isso é com apenas 40% dos seus recursos explorados. Se explorassem os restantes 60%, poderiam muito bem tornar-se o maior produtor no mundo. A indústria diamantífera é maciça, e Angola está preparada para tirar todas as vantagens.

 

Petróleo

A produção de petróleo é responsável por aproximadamente 50% do produto interno bruto do país e 92% das suas exportações. São o maior produtor e exportador de petróleo da África Subsaariana. Apenas a seguir Nigéria como o maior produtor de petróleo bruto do continente. As vendas de petróleo geram milhares de milhões anualmente e constituem a grande maioria do orçamento do governo.

 

Agricultura

Com 5 milhões de hectares de terra arável e um bom clima, o potencial para a agricultura comercial em Angola é enorme. A certa altura, estavam entre os principais exportadores de dezenas de culturas. Culturas tais como bananas, café, e até tabaco, mas a guerra civil angolana que grassou de 1975-2002 realmente deu um golpe na indústria. Durante esse tempo, a maioria dos agricultores concentrou-se simplesmente no cultivo de alimentos suficientes para manter as suas famílias alimentadas. No entanto, sendo a guerra civil uma coisa do passado, o potencial está lá para que Angola se torne uma potência agrícola.

 

Pesca

Atualmente, a maior parte da pesca que tem lugar nas zonas costeiras de Angola não está a ser feita pelos próprios angolanos: existem várias frotas do Japão, Espanha, e Itália. A pesca foi outrora uma das maiores indústrias representando 2% do PIB de Angola. No entanto, a indústria pesqueira caiu em desordem após a grande mudança governamental no final da guerra civil. Desde então, no entanto, o país tem trabalhado arduamente para modernizar as suas capacidades de pesca, a fim de satisfazer a procura em todo o mundo.

Ao longo dos anos, Angola exportou todo o tipo de bens, como têxteis, sabão, sapatos, tintas, garrafas de plástico, colas, e até mesmo aço bruto e cimento. Muitas destas indústrias estão ainda reencontrar a sua base num país recém-estabilizado. A história das exportações mostra o potencial de Angola se sair bem num país grande variedade de sectores.

 

erez

Escrever uma Resposta ou Comentário